.

.

.

el sabroso oficio / del dulce mirar GóngoraWie schwer es ist, die Schönheit zu begreifen! Günter Eich

lunes, 27 de enero de 2014

Fernando Pessoa - Eros e Psique




La cantante brasileña Maria Bethânia es una ferviente lectora de Fernando Pessoa, y ha utilizado muchos versos suyos en discos y espectáculos. Aquí, recita Eros e Psique, que, por cierto, abre su disco Pássaro da manhã.


EROS E PSIQUE

Conta a lenda que dormia
Uma Princesa encantada
A quem só despertaria
Um Infante, que viria
De além do muro da estrada.

Ele tinha que, tentado,
Vencer o mal e o bem,
Antes que, já libertado,
Deixasse o caminho errado
Por o que à Princesa vem.

A Princesa Adormecida,
Se espera, dormindo espera,
Sonha em morte a sua vida,
E orna-lhe a fronte esquecida,
Verde, uma grinalda de hera.

Longe o Infante, esforçado,
Sem saber que intuito tem,
Rompe o caminho fadado,
Ele dela é ignorado,
Ela para ele é ninguém.

Mas cada um cumpre o Destino
Ela dormindo encantada,
Ele buscando-a sem tino
Pelo processo divino
Que faz existir a estrada.

E, se bem que seja obscuro
Tudo pela estrada fora,
E falso, ele vem seguro,
E vencendo estrada e muro,
Chega onde em sono ela mora,

E, inda tonto do que houvera,
À cabeça, em maresia,
Ergue a mão, e encontra hera,
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia.


3 comentarios:

Paco Campos dijo...

Ontem, Chico Buarque, hoje, Pessoa e Maria Bethânia... es un menú de alta cocina.

Coincido contigo en que María utiliza muy bien los versos de Pessoa. Su (largo) recitado en Mariacotinha del poema "Menino Jesus", es de antología, una delicia.

Obrigado

Paco

El transcriptor dijo...

Obrigado, eu, seu Paco!


Não me esqueço que devo resposta ao seu mail.

Abraço

Paco Campos dijo...

take your time, con muito devagar...

Paco