.

.

.

el sabroso oficio / del dulce mirar GóngoraWie schwer es ist, die Schönheit zu begreifen! Günter Eich

domingo, 26 de julio de 2015

Carlos do Carmo y Bernardo Sassetti - No teu poema




Carlos do Carmo y el tristemente desaparecido Bernardo Sassetti mano a mano: voz y piano. La letra y la música de No teu poema son de José Luís Tinoco. Esta canción la ha interpretado Dulce Pontes, pero yo me quedo con la versión tan desnuda de estos dos gigantes.


NO TEU POEMA

No teu poema
Existe um verso em branco e sem medida
Um corpo que respira, um céu aberto
Janela debruçada para a vida
O teu poema
Existe a dor calada lá no fundo
O passo da coragem em casa escura
E aberta uma varanda para o mundo
Existe a noite
O riso e a voz refeita a luz do dia
A festa da senhora d'agonia e o cansaço
Do corpo que adormece em cama fria
Existe um rio
A sina de quem nasce fraco ou forte
O risco a raiva e a luta
De quem cai ou que resiste
Que vence ou adormece antes da morte

No teu poema
Existe o grito e o eco da metralha
A dor que sei de cor mas não recito
E os sonos inquietos de quem falha
No teu poema
Existe um cantochão alentejano
A rua e o pregão de uma varina
E um barco assoprado a todo o pano

Existe um rio
O canto em vozes juntas, vozes certas
Cansaço de uma só letra e um só destino a embarcar
No cais da nova nau das descobertas
Existe um rio
A sina de quem nasce fraco ou forte
O risco a raiva e a luta
De quem cai ou que resiste
Que vence ou adormece
Antes da morte

No teu poema
Existe a esperança acesa atrás do mundo
Existe tudo mais que ainda me escapa
E um verso em branco à espera
Do futuro



2 comentarios:

Paco Campos dijo...

¡qué gran pérdida la de Sassetti, coincido...! Además, esta joya no está incluida en el disco que grabaron mano a mano, con la sublime versión de "Porto sentido". Obrigado.

Paco

El transcriptor dijo...

Hace tiempo que no escucho el disco de do Carmo y Sassetti. Hay tiempo por delante. Vamos a por él...