.

.

.

el sabroso oficio / del dulce mirar GóngoraWie schwer es ist, die Schönheit zu begreifen! Günter Eich

jueves, 9 de julio de 2015

Vitorino - Morra quem não tem amores






MORRA QUEM NÃO TEM AMORES

Ó que linda rama tem o alecrim
Ó que linda rama tem o alecrim
Toca-lhe mansinho que ele está em flor
Como vão os teus amores

No alto da serra está uma bandeira
No alto da serra está uma bandeira
Não tem uma letra, não tem um bordado
Deixa não te dê cuidado

Ó bandeira diz-me que cor é que tens
Ó bandeira diz-me que cor é que tens
Eu não tenho cor e sou de seda pura
Faço inveja à formosura

Negra como a noite, negra como os corvos
Negra como a noite, negra como os corvos
Crista em desafio contra os ditadores
Morra quem não tem amores.

Vitorino


Fotografía de Robert Grant




Como cheira bem o alecrim, não é? Esta vai dedicada para a amiga Carmen, que anda a gozar das merecidas férias lá em Cádis, à beira do Atlântico. Beijinhos!