.

.

.

el sabroso oficio / del dulce mirar GóngoraWie schwer es ist, die Schönheit zu begreifen! Günter Eich

miércoles, 23 de diciembre de 2015

Maria Bethânia y Caetano - Gente humilde



Una canción compuesta por Chico Buarque e interpretada por Maria Bethânia y Caetano Veloso, con el guitarrista al lado. Y la madre, también. Todo muy íntimo. Poder estar ahí tomando una cachacinha...

Eliminado ese vídeo, una pena, lo sustituyo por una versión cantada en directo por Maria Bethânia. (diciembre de 2016)



GENTE HUMILDE

Tem certos dias em que eu penso em minha gente
E sinto assim todo o meu peito se apertar
Porque parece que acontece de repente
Como um desejo de eu viver sem me notar

Igual a como quando eu passo no subúrbio
Eu muito bem, vindo de trem de algum lugar
E aí me dá como uma inveja dessa gente
Que vai em frente sem nem ter com quem contar

São casas simples com cadeiras na calçada
E na fachada escrito em cima que é um lar
Pela varanda, flores tristes e baldias
Como a alegria que não tem onde encostar

E aí me dá uma tristeza no meu peito
Feito um despeito de eu não ter como lutar
E eu que não creio, peço a Deus por minha gente
É gente humilde, que vontade de chorar




2 comentarios:

Paco Campos dijo...

ejemplo excelso de la "parcería" de Chico y Vinicius, al nivel de "Valsinha"

Paco

El transcriptor dijo...

Se me olvidó el autor de la letra, Paco, caramba. Obrigado.

Hay una versión muy bonita de Bethânia en el disco que le dedicó a Vinicius, "Que falta você me faz"

Apertas de Natal