.

.

.

el sabroso oficio / del dulce mirar GóngoraWie schwer es ist, die Schönheit zu begreifen! Günter Eich

domingo, 6 de enero de 2013

Alaíde Costa - Dindi




DINDI

Céu, tão grande é o céu
E bandos de nuvens que passam ligeiras
Prá onde elas vão, ah, eu não sei, não sei
E o vento que toca nas folhas
Contando as histórias que são de ninguém
Mas que são minhas e de você também
Ai, Dindi
Se soubesses o bem que eu te quero
O mundo seria, Dindi, tudo, Dindi, lindo, Dindi
Ai, Dindi
Se um dia você for embora me leva contigo, Dindí
Olha, Dindi, fica, Dindi
E as águas desse rio
Onde vão, eu não sei
A minha vida inteira, esperei, esperei por vo...cê, Dindi
Que é a coisa mais linda que existe
É você não existe, Dindi.

Alaíde Costa



Alaíde Costa nació en Río de Janeiro



Esta composición de Tom Jobim y Aloísio de Oliveira podemos escucharla a la misma cantante en una versión más antigua, y aquí la de Rosa Passos, ya publicada en el blog.






No hay comentarios: