.

.

.

el sabroso oficio / del dulce mirar GóngoraWie schwer es ist, die Schönheit zu begreifen! Günter Eich

lunes, 20 de febrero de 2017

José Afonso - Coro dos tribunais




El día 23 de este mes se cumplen treinta años de la muerte del añorado y querido José Afonso, Zeca Afonso, a los 57 años.

Su música, sus letras, su voz... José Afonso ya estuvo aquí ayer en la voz del caboverdiano Ildo Lobo. Desde hoy hasta el viernes escucharemos varias canciones de Zeca Afonso que no han aparecido en el blog. Y cuesta elegir, hay tantas, y tan buenas...


CORO DOS TRIBUNAIS

Foram-se os bandos dos chacais
Chegou a vez dos tribunais
Vão reunir o bom e o mau ladrão
Para votar sobre um caixão
Quando o inocente se abateu
Inda o morto não morreu
Quando o inocente se abateu
Inda o morto não morreu

A decisão do tribunal
É como a sombra do punhal
Vamos matar o justo que ali jaz
Para quem julga tanto faz
Já que o punhal não mata bem
A lei matemos também
Já que o punhal não mata bem
A lei matemos também

Soa o clarim soa o tambor
O morto já não sente a dor
Quando o deserto nada tem a dar
Vêm as águias almoçar
O tribunal dá de comer
Venham assassinos ver
O tribunal dá de comer
Venham assassinos ver

Se o criminoso se escondeu
Nada de novo aconteceu
A recompensa ao punho que matou
Uma fortuna a quem roubou
Guarda o teu roubo guarda-o bem
Dentro de um papel a lei


Letra de B. Brecht (versão de Luis Francisco Rebelo) e adaptada por José Afonso
Musica de José Afonso
Arranjos e direcção musical de Fausto


"No Natal de 1975, regressados à "normalidade" pós 25 de Abril, Zeca publica o álbum Coro dos Tribunais. É uma nova fase da sua música, caracterizada por ritmos africanos de canções que fizera em Moçambique a que Fausto empresta a sua sabedoria nos arranjos."

(alfarrabio.di.uminho)




2 comentarios:

Paco Campos dijo...

grande, inmenso, o Zeca (y esa guitarra de Fausto...)

Paco

El transcriptor dijo...

Nos descubrimos y volvemos a disfrutar, ó grande Paco! De certeza que vais gostar de todas as canções desta semana.

Apertas,

Pedro