.

.

.

el sabroso oficio / del dulce mirar Góngora – ¡Qué difícil es entender la belleza! Günter Eich

lunes, 29 de octubre de 2018

Vitorino y Janita Salomé - Olha os mortos dos retratos





OLHA OS MORTOS DOS RETRATOS

Olha os mortos dos retratos,
sempre a olhar para nós.
Conversam sem fazer gestos
e falam sem terem voz.

E falam sem terem voz,
a não ser a voz do vento.
Até que a morte nos diga:
– Filho, já vai sendo tempo.


Texto de António Lobo Antunes
Musica de Vitorino
Arranjo, flauta e teclas, Sérgio Costa
Voz, Vitorino e Janita Salomé
Acordeão, Filipe Raposo
Coro, "Grupo de Cantares do Redondo"

Álbum: Moda impura (2012)




No hay comentarios: